Traduzir

terça-feira, 19 de março de 2013

Awake - A vida por um fio




O filme é interessante. Quando vi o trailer achei que seria outra coisa, mas até que me surpreendeu, uma surpresa boa.
Iremos conhecer Clayton Beresford, interpretado pelo ator Hayden Christensen (Anakin Skywalker forever), por falar nisso, quem não o achar incrível que dê um tiro em sua própria testa. Clay é um cara muito rico, com um bom emprego, uma mãe protetora e uma noiva maravilhosa. Ele poderia ter a vida perfeita, se não tivesse um problema no coração e precisasse fazer um implante, sem dizer que sua mãe não sabe de sua namorada, pois não aprovaria essa relação.
Ele sabe que não tem muito tempo de vida, pois não encontram um doador, então resolve aproveitar com sua garota, o relógio está correndo e ele não quer deixar de fazer coisas por causa de seu coração.
Num certo dia encontram um doador e ele tem que ir as presas para o hospital para fazer seu transplante, é então que a história começa.
Clay fica “presente” durante sua cirurgia, de alguma forma ele não fica totalmente anestesiado e escuta, sente e vê todos naquela sala.
A história é boa, eu previ alguns acontecimentos, mas não todos, alguns realmente me pegaram de supetão. Talvez a única coisa que eu não tenha gostado é o tempo de duração, o filme é bem curtinho, acho que uns noventa minutinhos, pra mim eles passaram voando e acho que poderia ter um pouco mais de história depois do final.
Recomendo, é claro, é um filme que te deixa agoniado, triste, com raiva, mas não é nada que se diga, “nossa como é diferente”, você me entende? Kkkk
Fica a dica... 
(Resenha bem curtinha, pois o filme é curtinho e não há como dizer muito mais do que já disse, se não vocês descobrem o final...)

11 comentários:

  1. Só um minuto, enquanto eu vou comprar uma arma para atirar na minha própria testa...haha.
    Me desculpe, mas eu não gosto desse cara como ator, sério. Não sei nesse filme, mas eu achei o Anakin dele uma coisa dolorosa de se assistir (todas as prequências foram ruins, na minha opinião, mas ele deixou tudo ainda pior) - somente a minha opinião. Agora, com licença, enquanto eu vou me esconder naquele canto.

    Mas esse filme tem uma premissa interessante, quem sabe eu veja e isso mude a minha opinião (não quanto as prequências de Star Wars, mas dele como ator).

    ResponderEliminar
  2. Raphael,

    como você ousa dizer que não gosta de Star Wars? kkkkk
    Eu amo, sou viciada, a gente até faz maratonas aqui em casa, meu filho de quatro anos adora, eu tenho até um sabre de luz, é sério, tenho o jedi azul do Anakin, mas vou comprar o vermelho também.
    Minha próxima tatuagem será sobre os filmes, pra você ver o quanto eu gosto.
    Talvez Hayden não seja mesmo tudo isso que eu pense, mas ele foi Anakin e pra mim isso já basta. kkkk

    Isie Fernandes, que já mencionei várias vezes aqui no blog que me indicou o filme. Espero que goste! :)

    ResponderEliminar
  3. Em minha defesa, gosto de Star Wars, e muito. Os filmes 4, 5 e 6. Tudo que veio depois (ou antes...) eu me recuso aceitar que realmente faz parte da história. Tá certo que o Hayden não é um bom ator, mas o Mark Hamill (Luke) também não era, mas conseguiu não prejudicar o filme.
    O pior de tudo é que vai sair mais uma trilogia (dessa vez controlada pelas mãos sádicas da Disney), que eu já sei que vai ser ainda pior, mas eu vou assistir assim mesmo.

    ResponderEliminar
  4. Rapahel,

    ok, ao menos você gosta. kkkk
    Eu amo todos, adoro cada um deles.

    Hahaha, já estava sabendo que a Disney iria fazer esses filmes, vamos ver como ficará... :) kkkk

    ResponderEliminar
  5. Oi, Camila.

    Quando assisti Awake pela primeira vez, Clay já estava naquela situação, só depois vi o filme pelo começo e pude compreender melhor as coisas. É bom lembrar que ele se casou com a namorada pouco tempo antes da cirurgia e aí a coisa se desenrolou.

    Eu gosto do ator, mas não é para tanto, né? kkkkk... Ele é lindo sim, e tem uma carinha tipo "Peeta Mellark", que pede para ser protegido. Hahaha! Pena que o filme é curto, um conto de uma noite e uma tarde.

    PS. Agora vou recomendar "Ironias do Amor", já assistiu? É um drama romântico e meio cômico, mas é mesmo muito bom. Já assisti inúmeras vezes. A garota não tem nenhum mimimi. kkkkk... Pelo contrário, tudo com ela é na base do tapa. =)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderEliminar
  6. Isie,

    obrigada por mais uma dica, gostei do filme sim.
    Sobre o ator, não é por causa de beleza, é por ele ter sido Anakin, tenho um carinho especial por ele por esse motivo.
    Sobre Ironias do Amor, vi apenas o comecinho e achei chatinho, mas irei dar uma segunda chance e ver o que penso.


    Beijão :)

    ResponderEliminar
  7. Ah, eu nem sei quem é Anakin. kkkkk... Terei que assistir ao filme para saber, aí você me indica, pois nem sei do que se trata.

    Ironias do Amor parece chato sim, pois a menina é loucona, mas tudo faz muito sentido depois, e termina sendo lindo. É como em Sobre Nós, que os personagens agem de modo irritante por algum motivo mais profundo. Eu amava 500 Dias Com Ela, já assistiu? Depois me deu uma raiva da Summer, aquela fingida. kkkkk...

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderEliminar
  8. Isie,

    Anakin é um personagem do filme Star Wars, ele é o cara que se transforma no Darth Vader. kkkkkkk

    Vou ver o filme então.
    500 Dias Com Ela é outro que vi só o começo e não gostei. Engraçado que esses dois filmes eu tentei ver no mesmo dia. Estava sozinha em casa de madrugada e comecei a procurar algo pra ver. kkkk

    Beijão :)

    ResponderEliminar
  9. Não sei quem é nenhum dos dois. =( Vou procurar star Wars então. ;)

    Hahaha! Que coincidência. Eu amei 500 Dias Sem Ela, mas a gente se envolve tanto com o personagem que é difícil não ter raiva da Summer - você vai gostar dela, é outra Maria Elisa, só um pouco mais implacável. kkkkk Ambos são bons filmes, mas Ironias do Amor é mais bonito, romântico, perfeitinho. =)

    Beijos!

    ResponderEliminar

Adoraria saber o que você está achando do blog, e da postagem...