Traduzir

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Doce Vampiro


Dei boas risadas lendo esse livro, achei muito divertido, mas não tome isso como base para alguma coisa, pois normalmente não acho graça de coisas que a maioria das pessoas acham.
Fiquei muito curiosa sobre esse livro, pois achei a ideia original. Enquanto todo mundo fica escrevendo sobre vampiros melancólicos e lindos, nesse livro iremos conhecer um garoto que finge ser um vampiro, pois sabe que as garotas ficam alucinadas com essa ideia.
Finbar Frame é um garoto do segundo ano, tem mais de um metro e oitenta de altura, pesa uns sessenta quilos, tem alergia ao sol, por isso é mais branco do que folha de papel, seus olhos são azuis, mas não azuis comuns, azuis muito pálidos, Muito pálidos mesmo. Ele adora ler e assistir filmes românticos com sua mãe doida de pedra e viciada em limpeza. Ele é doce, simpático, muito romântico, se importa com as pessoas, mas é totalmente sem jeito, não sabe como se comunicar com garotas e é muito tímido. Devo dizer que ele gosta MUITO de meninas, ele deixa isso bem claro, mas não sabe como conseguir uma namorada.Tudo muda quando ele decide se tornar um vampiro. Ok, uma garota alucinada deu essa ideia pra ele enquanto estavam pegando o ônibus, mas em todo caso, ele decidiu fazer sua transformação. Começou lendo todos os livros sobre o assunto que encontrou pela frente. Branco quase transparente ele já era, já não podia ficar exposto ao sol, ele só precisava ser reservado, melancólico, ter aquele olhar assustador de matar, dar respostas filosóficas, andar com um ar misterioso e não comer nada perto das pessoas... Prontinho, assim ele se transforma num perfeito vampiro.
O pior é que as pessoas acreditam na mentira de Finbar, acho que é como dizem por ai, as pessoas acreditam naquilo que querem acreditar, não é?
O livro foi mesmo engraçado, Finbar me fez rir muitas vezes com suas teorias malucas ou pensamentos pervertidos, até mesmo com sua pureza, sim ele é muito puro, mas acho que passa tempo demais pensando em seios grandes...
De uma forma ou de outra o livro tira sarro dessas pessoas malucas que ficam alucinadas com os vampiros e lobisomens, ele também é curtinho, li em uma tarde e não é nada que vá mudar sua vida para sempre, nada que vá fazer você mudar sua forma de pensar e ver o mundo, mas funciona muito bem se o que você procura é uma história divertida que te faça dar umas boas risadas ou então um romance adolescente diferente.
Finbar é um personagem adorável, assim como seu irmão gêmeo hiperativo Luke, aliás eu concordo com Fin em uma coisa, Luke ficou com um nome legal e ele teve que ficar com Finbar. Que pai daria um nome desses para um filho?
Mas voltando ao assunto, Fin está na minha lista de personagens preferidos e mesmo que a história não seja nada extraordinária, me conquistou... 

14 comentários:

  1. Que legal! Parece ser tão bom! Eu sou tão boba, que se algum menino branco, que não comesse e não andasse no sol por aí, eu já ia começar a pensar que fosse um vampiro... u_u Eu acredito no que quero acreditar, né? kkkk
    Eu amo ler livros engraçados, com eles, fazem o tempo parar! São ótimos! ^^
    Bjo, Sel ;*

    Jovens Gordinhas
    Unicórnio com Bigode

    ResponderEliminar
  2. Sel,

    Kkkkkk, a escola toda acreditou que ele era, foi muito engraçado. kkk
    Também adoro livros assim.

    Beijão :)

    ResponderEliminar
  3. Parece ser engraçado!
    Adorei a dica!

    Estamos com uma super promoção do Dia dos namorados!
    Participe!
    Beijos
    Rizia -Livroterapias

    ResponderEliminar
  4. É engraçado sim! kkk


    Ah, que legal, já estou participando de sua promoção...

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Camila!!
    Eu li algo a respeito desse livro,e como sou louca por vampiros(prefiro os que não finjam)kk,mesmo assim me interessei por ele depois de sua resenha,vai pra minha lista de desejos.
    Rê Souza
    Http://entreresenhas.blogspot.com.br
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Rê,

    também gosto de vampiros de verdade, mas adorei esse de mentirinha. kkkk

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  7. Oii Camila, nossa já estou rindo rsrs normalmente não leio obras sobre vampiros mas como esse é de mentirinha e parece ser muito engraçado vou ter que me render rsrs. Estou super curiosa :) ótima resenha <3
    Beijão

    ResponderEliminar
  8. Vivy,

    Pois é, esse livro foi feito pros que adoram vampiros e pros que não gostam também. kkkk

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  9. Eu realmente sou muito perdido em relação aos livros. São tantos livros que acabo perdendo a noção do que ler!
    Sua resenha, como sempre, me fez ficar curioso pra ler esse livro. Parece ser daquelas estórias bem bobinhas mas muito bem feitas.


    Ps: eu estou um pouco embananado com a escrita do meu livro e preciso um pouquinho de ajuda. Até terminar de escrever... haja persistência.

    Ps2: Eu sei que é muito irritante isso mas, cadê notícias do seu livro? kkkk Eu quero ler!!! Você podia fazer uma postagem do andar da carruagem.

    Abração! :)

    ResponderEliminar
  10. Thiago,

    a história do livro não tem nada demais, como eu já imaginava, mas é bem engraçada. kkk

    Sobre seu livro, qualquer coisa é só falar.Livro dá trabalho mesmo. :)


    Kkkkk não é irritante perguntar sobre meu livro, na verdade eu sempre fico feliz quando alguém pergunta algo sobre ele. Então, estou estudando umas maneiras de publicação e andei gostando muito de uma, estou terminando de conversar com algumas pessoas, mas acho que se tudo der certo essa publicação irá sair esse ano. Não vejo a hora desse livro ficar pronto!

    Até

    ResponderEliminar
  11. Oi, Camila. Fiquei com vontade de ler o livro: parece ser divertido e a ideia é original. Nunca tinha ouvido falar dele, mas vou procurar o livro para conferir.
    Beijos,
    Niki - http://www.meigaemalefica.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  12. Niki,

    achei muito original também e ele é bem divertido. kkk

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  13. Oi, Camila.

    Amei a resenha! Amei o Fin também, ele parece um personagem ótimo. ;) Acho que os protagonistas recebem nomes diferentes, até mesmo feios, para ficar marcado na mente da gente. Afinal de contas, Luke é tão comum. Mas Finbar... ah, Finbar é único. =)

    Quero tanto ler esse livro. Estou lendo um livro meio tenso já faz uns dias. Como sempre leio antes de dormir, termino tendo sonhos estranhos. Preciso mesmo é de um "Doce Vampiro" desses, né?

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderEliminar
  14. Isie,

    faz muito sentido o que você disse sobre os nomes. Gostei! kkk
    Qual é esse livro que está te dando pesadelos? Fiquei curiosa.

    Acho que todo mundo precisa de um Doce Vampiro desses, ao menos para dar umas risadas. kkkk

    Beijão :)

    ResponderEliminar

Adoraria saber o que você está achando do blog, e da postagem...