Traduzir

sábado, 22 de junho de 2013

Eu Falo e Você Escuta - Cérebro ou beleza?


Resolvi fazer uma coluna aqui no blog sobre coisas que acontecem no dia-a-dia da gente ou nesse caso, no meu dia-a-dia, coisas que acontecem e que fico sem acreditar ou apenas coisas engraçadas que eu queria contar. Estou inaugurando a coluna “Eu Falo e Você Escuta”.
Enfim, hoje irei falar sobre uma pequena conversa que tive com duas meninas, duas irmãs muito parecidas, não somente na aparência, mas em todos os sentidos. O que infelizmente é uma pena, pois ambas compartilham do problema de cabeça vazia.
Nós estávamos conversando quando uma pessoa apareceu e fez uma pergunta, ela disse que haviam lhe perguntado isso mais cedo e que queria saber nossas opiniões. A pergunta foi muito simples, “se você pudesse escolher entre ser muito linda ou muito inteligente, qual das duas escolheria?”
É claro que todo mundo quer ser as duas coisas, certo? Todo mundo quer ser inteligente, ao menos eu espero que todos queiram e quase todo mundo quer ser bonito também, mas se pudesse escolher apenas uma das duas coisas, qual seria?
A palavra “INTELIGÊNCIA” logo surgiu em minha mente em letras grandes e em negrito. É claro que quero ser bonita, mas pra mim inteligência é algo muito mais desejado, sem sombra de dúvidas, é obvio, não é?
Bem, mas não foi essa a resposta que as duas irmãs parecidas responderam, elas olharam uma para a outra com um leve sorriso no rosto, depois olharam pra mim e disseram em uníssono, “é claro que escolhemos beleza”. Pronto, meu mundo caiu, fiquei olhando pras duas com cara de paisagem.
Não estou querendo julgar ninguém, mas já julgando, acho que quem escolhe a opção beleza, não possui muito da segunda opção. Desculpe, mas é isso que penso.
E só pra deixar um pequeno comentário extremamente pessoal, as duas irmãs não tinham nenhuma das duas opções, nem beleza e nem inteligência.  Inteligentes é claro que elas não são e sobre a beleza, elas me provaram naquele exato momento que também não possuem. Beleza é algo muito subjetivo e pra mim ela muda o tempo todo, as palavras e atitudes das pessoas que me fazem achá-las bonitas ou não.
Depois desse dia fiz essa pergunta pra mais algumas pessoas e para minha infelicidade, muitas responderam beleza. Isso me fez sentir pontadas de dor até no dedinho do pé, minha gente como que pode uma coisa dessas?
O lado bom é que algumas pessoas deram uma risada sínica, como se eu fosse uma tonta por fazer essa pergunta e responderam inteligência.
É a vida, a gente não pode mudar todas as coisas que nos incomodam, mas mesmo assim consegui ficar feliz, mesmo com as poucas pessoas que escolherem inteligência, isso prova que nem tudo está perdido, que a cada cem pessoas rebolando até o chão, uma delas estará lendo um bom livro enquanto toma chá ou come chocolate usando um pijama todo detonado. O número é bem pequeno, é verdade, mas o importante é saber que ainda existem pessoas como a gente e isso me dá esperanças. 


14 comentários:

  1. Concordo. De pessoas fúteis o mundo está cheio!
    Me pergunto se essas pessoas sabem que a beleza talvez seja passageira. Será que não pensam que quando ficarem mais velhinhas os homens - ou mulheres - vão virar a cara pra procurar uma mais jovem e enxuta. Quem é bonito e tem inteligência, quando perde a beleza ainda sobra a inteligência; quem só tem a beleza... sem comentários.

    Ainda bem que tem as pessoas que gostam de uma boa série, livro e de exercitar a mente. kkk

    Ps: tá chegando, o primeiro capítulo! Aguarde!!!

    Até! E mantenha sempre sua cabecinha cheia de livros e não esqueça de compartilha-los. :).

    ResponderEliminar
  2. Thiago,

    pois é, inteligência é pra sempre, as pessoas deviam pensar nisso.

    Que demais, estou curiosa sobre seu livro, pois ainda nem sei do que se trata. kkk

    Minha cabeça vai estar sempre cheia de livros, é um fato. E eu sempre iriei compartilhá-los com gente inteligente que visita meu blog. :)

    ResponderEliminar
  3. Concordo com você e seus comentários. Eu também escolheria inteligência, até porque, além dos motivos que você já citou, sou antiquado e não acho que pega bem para um homem focar muito na beleza.

    Mas entendo porque a maioria das pessoas discordaria. Inteligência é uma coisa difícil de definir e bastante desagradável. Já ouviu aquela história de que a ignorância é felicidade, então, quem pensa muito e é capaz de chegar à conclusões, acaba se entristecendo. Enquanto quem procura não pensar, não se incomoda com essas coisas difíceis da vida e, portanto, é feliz, mesmo que essa felicidade seja patética para os que conseguem ver através dela. E tem outra coisa em favor da beleza, ela abre portas, enquanto a inteligência, muitas vezes, as fecha. Gente bonita tem uma série de privilégios na vida, é só parar pra pensar. É tudo vazio e fútil, mas é mais perceptível que a inteligência e, aparentemente, útil. A beleza é pros outros, enquanto a inteligência é pessoal - não que não dê para exibi-la, mas a maioria da população, por desejar beleza, não dá a mínima pra ela -; e o ser humano adora se mostrar pros outros.

    ResponderEliminar
  4. Um livro, pijama e chá! (No meu caso Coca-Cola pode ser?)
    Quando eu vejo a futilidade me sinto assim também, a alma redobra de tristeza. E meninas da minha idade não se importando em terminar a faculdade, mas se preocupando em serem "bonitas" pra encontrar um marido rico, sério, pra quê isso? '-'
    Ok, admito que estou lendo menos livros do que queria, mas pelo menos não estou como algumas meninas da minha sala e correndo atrás de homens casados! Você acredita nisso? :O
    Sei lá, às vezes dá vontade de morar numa casinha numa fazenda bem longe com livros ocupando todos os lados (sempre invejei a casa de Mo, de Coração de Tinta), uma casa amarela, com chaminé, que cheirasse a canela e que pegasse internet, porque também não sou de ferro! /õ/
    Mas sei lá, pessoas parecidas comigo aqui na minha cidade, se existem vivem escondidas porque sinceramente... Só queria encontrar uma única pessoa no meio dessa multidão que me entendesse e gostasse das mesmas coisas que eu. Que no tempo livre, ao invés de correr pra assistir novela, fosse imaginando o que aconteceria com aquele personagem do livro. Ler é mágico, mas nem todos querem aprender magia... :(
    E claro, eu escolheria a inteligência! Inteligência é pra vida toda, já a beleza, na velhice se esvai em todos.
    Bjo, Sel ;*

    Jovens Gordinhas

    ResponderEliminar
  5. Oi Camila..
    Muito bom seu texto, concordo plenamente e é sério.
    E realmente quem escolhe beleza é por que já não tem nenhuma inteligência. Beleza agente tem nas nossas atitudes também, não é preciso ter só um rostinho bonito. Tantas pessoas são lindas e o cérebro do tamanho de uma formiga. Quem quer ser assim?
    Deus me livre de ser linda e não ter nada na cabeça. Aff um dia todos vão acabar do mesmo jeito, só pó. E o que adiantou a beleza?
    A inteligência te faz ser lembrado para sempre, enquanto a beleza passou..acabou..

    Lindo texto.
    Ah passado para dizer que postei ser perfil lá.
    Beijos

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  6. Inteligencia com certeza é primordial, depois é só usarmos a inteligencia para ficarmos bemmm ricos e ganhar muita grana e fazer uma plastica se necessario kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    bjos cah adorei o pos.
    aaaa mandei um email pra vc no gmail, a respeito do layout, bjoss

    ResponderEliminar
  7. Raphael,

    sim, sei como é, algumas vezes eu brinco dizendo que queria ser ignorante, pois assim seria mais feliz. kkkk
    Isso é totalmente verdade, os ignorantes são mais felizes!
    E sim, pessoas bonitas ganham vantagens em vários aspectos, já até vi uma pesquisa dizendo que pessoas bonitas não sabem lidar com falta de educação, pois são sempre muito bem tratadas nos lugares.
    Ma sabe, mesmo com todas essas vantagens e tudo o que disse, eu ainda escolho inteligência, pois mesmo sendo o caminho mais difícil e que provavelmente as pessoas não se importam, eu me importo pra caramba. kkkk

    ResponderEliminar
  8. Sel,

    sei exatamente como é. Quando eu era mais nova, passava pelas mesmas coisas, as meninas nunca queriam saber das coisas que eu queria. Bem, hoje em dia isso não mudou muito, minhas amigas nunca estão com um livro nas mãos, mas eu já me conformei. Na net encontrei muitas pessoas como eu, mas na vida real... É triste, mas é a verdade.
    Eu fico pensando em viver numa casinha como essa que descreveu, mas também preciso de internet, também não sou de ferro, ué. kkkk

    Beijão especial! :)

    ResponderEliminar
  9. Letícia,

    que bom que concorda, me deixa feliz saber que ainda existem pessoas assim.

    Ah, vou passar lá pra conferir, obrigada novamente.

    Beijão ;)

    ResponderEliminar
  10. Candie,

    kkkkkk é verdade.
    Ah, eu vi o e-mail e até já respondi. Obrigada, viu?

    Beijão :)

    ResponderEliminar
  11. Ai, meu Deus, eu tive que gargalhar duas vezes aqui. kkkkk

    É claro que eu escolho inteligência! Beleza é importante para mim, mas o bonito pode se tornar feio através de suas atitudes, enquanto o feio termina se tornando bonito pela sua inteligência. Quem é inteligente sabe como se tornar bonito, além de tantas outras coisas que um mero "bonito" não sabe fazer.

    E eu nunca fui de rebolar até o chão - acho ridículo! Sempre fui do time que se tranca no quarto e fica lendo e escrevendo até se perder no tempo, e daqueles que sonham tanto com seus projetos a ponto de a mãe ter que jogar uma almofada na cara e dizer "acorda!" para perceberem que tem alguém esperando por uma resposta. Hahaha!

    INTELIGÊNCIA! \o/

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderEliminar
  12. Isie,

    é com muito orgulho que digo que também nunca rebolei até o chão, talvez eu tenha feito algo parecido quando tinha uns 2 anos de idade, mas isso a gente pode relevar, né? kkkkkk

    Eu já sabia sua resposta, é claro, por isso você é minha amiga. kkkk

    Beijão :)

    ResponderEliminar
  13. Porque você tem um blog? Oque te faz sentir bem? E uma pergunta muito difícil, porque estamos neste mundo, de onde viemos e para onde vamos? Responda se quiser!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho um blog, pois quero compartilhar histórias com pessoas que assim como eu, adoram ler. Também para incentivar mais pessoas a entrarem no mundo dos livros. Dizer se um livro foi bom ou ruim pra mim, é muito legal ver pontos diferentes sobre a mesma história, eu divido isso com as pessoas pelos comentários. E no final das contas, ter um blog me ajuda a manter controle sobre o que ando lendo e aqui eu posso escrever, eu adoro escrever, além de poder postar capítulos de meus livros e fazer resenhas em vídeos, como já fiz. Enfim, ter um blog é muito divertido!
      O que me faz sentir bem? Acho que poderia ficar horas falando sobre as coisas, mas tentarei fazer uma pequena lista pra você. Bem, ler me faz bem, é claro, escrever, meu marido me faz sentir bem, meu filho, minha família, meu cachorro, Star Wars definitivamente me faz bem, tirar fotos, assistir filmes e séries, ir ao cinema, faculdade, meus amigos, The Sims, maquiagem, roupas novas, beijos, abraços, sorrisos, gelatina de cereja, dias frios, chuva, muito chá... A lista é interminável.
      O motivo pra estarmos nesse mundo? Isso depende muito de cada pessoa, no meu caso existe um fato cientifico que você pode pesquisar no Google, foi uma mera coincidência de fatos e acontecimentos, digamos que começou com uma grande explosão.
      Pra onde vamos? Outra pergunta extremamente subjetiva, isso depende de cada um e das atitudes que tomamos, eu sei exatamente para onde vou, outras pessoas não fazem ideia e nunca farão. Mas sou muito segura e luto pelo que quero.
      Agora eu te faço uma pergunta, mas a minha é realmente muito simples, Por que tanto interesse?

      Eliminar

Adoraria saber o que você está achando do blog, e da postagem...