Traduzir

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Carnaval? Me poupe!


Sabe o que eu acho sobre o carnaval? Eu o odeio, odeio com todas as minhas forças, acho que só gostava de carnaval quando era muito pequena, pois podia me fantasiar de coisas legais, como princesas ou fadas e meu avô sempre me dava aquele spray de espuma que eu achava a coisa mais maravilhosa do mundo. Sim, já fui uma pessoa de bom coração e já gostei de carnaval, mas foi algo muito passageiro, como podem perceber, me fantasiar de princesas e fadas até pode parecer divertido e o spray de espuma continua legal, mas não me atraem ao ponto de me fazer participar da festa.
Eu não vejo o carnaval da mesma forma que o resto do mundo vê, a maioria das pessoas que conheço ama essa festa, mas ama com tanta paixão, como se fosse a coisa mais incrível que existe no mundo.
Quando alguém começa falando que sou louca por detestar uma festa tão bonita, costumo responder de uma forma muito simples e eficiente, “vômito, DST e suor”. É isso, não venha me dizer outra coisa, cores vibrantes, pessoas dançando (até hoje vejo o samba como pessoas pulando na ponta dos pés e não vejo sentido nenhum nisso), música agitada, bem, isso pra mim não é legal, mas mesmo se fosse, não valeria a pena, pois o vômito, o suor e as doenças estão impregnadas no ar, você nem ao menos precisa fazer sexo não seguro com um completo estranho para pegar uma doença ou uma herpes, está tudo no ambiente, tudo voando no ar, só por estar lá, você se contamina só pelo fato de estar respirando aquele ar. Kkkkkkk
Tudo bem, você pode me achar exagerada e em certo ponto, sim, eu exagero, mas é para seu próprio bem, acredite em mim.
A verdade é que carnaval é só uma desculpinha pro pessoal sair pras ruas, beber até cair, beijar estranhos, transar com desconhecidos, fazer o que bem quiser e depois usar a velha desculpa de que no carnaval tudo é liberado.  Carnaval pra mim funciona quase como as festa de meu bisavô Juca, ele deve ter quase 100 anos, eu não faço ideia, não se lembra de ninguém, nem ao menos sabe quem é, mas todo ano minha família (a parte do meu pai), se reúne numa chácara enorme, todos querendo “comemorar” o aniversário do querido vô Juca, aquele que ninguém irá se lembrar pelos dias restantes do ano, só no próximo ano quando for seu aniversário outra vez. Eles só querem uma desculpa para juntar uma multidão, beber e festejar, com a desculpinha de que é o aniversário de quase 100 anos do Juca, mas o pobre Juca fica uns cinco minutos na festa e durante esse tempo ele fica sentando sem fazer ideia de onde está ou com quem está, “quem são eles?”, é isso que deve passar pela cabecinha dele.
Enfim, sai um pouco fora do assunto, carnaval, sim, eu estava falando sobre isso.
Vamos lá, pessoas dançando, você quer dizer mulheres praticamente peladas pulando na ponta dos pés, me desculpem, mas não vejo qual o ponto disso, qual o sentido? Tradição? Tudo bem, mas pra mim é uma tradição ridícula. É ridículo e nada vai mudar essa minha forma de pensar.
E o que eu faço no carnaval? Eu nem ao menos ligo a televisão, bem, eu geralmente não assisto televisão, mas de qualquer forma, no carnaval eu aproveito os dias livres em casa. São tantas opções, desde pegar todo mundo pra fazer uma boa faxina, é brincadeira, não passo os dias de folga limpando a casa. A verdade é que fico vendo filmes, séries, lendo livros, jogando jogos de tabuleiro, por falar nisso, sou muito boa no xadrez.

Sei que muita gente ama o feriadão, que adora ir rebolar pela rua, mas também sei que muita gente, assim como eu, odeia muito tudo isso. Se você é uma pessoa que pensa como eu, lá vai umas dicas de filmes e livros pra você aproveitar sua folga.

Romance:

Lola é filme muito bonitinho, daqueles que te dão frio na barriga.
Para ler a resenha é só clicar AQUI.








Comédia:

Na Frente da Classe é um filme muito bom, muito divertido e ainda por cima te dá aquela lição de moral dos filmes que passam na sessão da tarde. Não, é sério, o filme é baseado em fatos reais e é realmente engraçado.
Clique AQUI para ler a resenha e saber um pouco mais. 



Romance (mais uma vez, pois eu gosto e pronto):

Upside Down é diferente de qualquer outro filme que você tenha visto, ao menos foi diferente dos que eu vi e pode confiar em mim, eu vejo muito filme. 
Clique AQUI para conhecer a resenha. 







Ação:

Circulo de Fogo, pois é um filme demais, muito, muito legal! E olha que tive que ver o filme dublado, mas mesmo assim gostei. 
É só AQUI para ler a resenha. 



Tá bom, eu poderia ficar dias falando sobre filmes legais, mas acho que já tá bom. Agora vamos para dicas de livros.

A Primeira Regra do Mago: o que dizer sobre esse livro? Que ele é perfeito? Bem, sim, eu até tenho uma tatuagem sobre ele, aquela espada tatuada na minha perna veio dessa leitura.
Leia minha resenha AQUI e descubra o motivo de tanto amor. Ah, o livro teve uma série que durou duas temporadas, mas eu também falo sobre isso na resenha, corre lá pra conferir. 

Como se Livrar de um Vampiro Apaixonado: não se engane pelo título mais que bobo, o livro é muito bonitinho, divertido e interessante, pode crer. Por algum motivo desconhecido, ainda não fiz uma resenha, mas você pode encontrar no Google. 



O Beijo dos Elfos: esse livro me surpreendeu muito, ele foi totalmente diferente do que eu tinha imaginado, mas foi algo bom, uma surpresa boa. Vale a pena ler e novamente, por motivos desconhecidos, ainda não resenhei, mas prometo que em breve irei falar sobre ele aqui no blog. Por hora, faça sua boa pesquisa no Google. 



Sangue e Chocolate: mais uma vez, ainda não fiz resenha. Li esse livro há algum tempo, mas ele foi lindo, muito bom. Se você viu o filme, esqueça tudo, é totalmente diferente, totalmente, história, personagens, final, tudo diferente e pode confiar em mim, o livro é muito melhor, é incrível. 


Bem, pessoal, é isso, espero que esse post possa ajudar alguém, que possa dar opções boas sobre o que fazer com seu tempo. Nós, meros mortais, temos um tempo extremamente limitado de vida, não desperdice o seu. 

8 comentários:

  1. Olha, eu não tenho como ir contra algo que me permita não trabalhar por um dia - é, um, porque eu trabalho na segunda. Carnaval só significa que eu vou poder gastar minha madrugada de segunda e mais toda a terça escrevendo, o que me deixa feliz. Então eu digo, deixe que pulem e que morram de AIDS daqui há tantos anos ou tenhas tantos filhos indesejados, não é da minha conta, eu só quero escrever por umas horas, mesmo que sob o som dos batuques distantes (porque Itajaí tem carnaval, dá pra acreditar nisso?).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kkkkk Sim, sobre isso, tbm não reclamo. Acho que não falei sobre isso, pois não trabalho, então nesse ponto, não muda muita coisa pra mim, mas meu marido trabalha, na segunda tbm, então tenho ele em casa e isso me deixa feliz. Nesse ponto concordo, que morram todos de aids, mas vc se esqueceu, agora o que mata mesmo é o câncer. kkkk

      Eliminar
  2. Brasil infelizmente é um pais de cultura medíocre onde festa que estimule a prostituição e tudo de mais ruim, é colocada em um patamar de prioridade, triste demais, meu sonho é ir para outro pais, bem longe onde a cultura seja menos boçal.
    bjus cah
    www.stiloboneca.com.br

    ResponderEliminar
  3. Não vou negar que acho os carros alegóricos bonitos mas jamais vou perder meu tempo com essa festa aonde a falta de vergonha na cara rola solta. As ruas nessa época parecem uma central de garotas e garotos de programa que não tem consciência nenhuma do que fazem, e que vão lá só pra poder pegar uma doença no meio da testa.
    A coisa boa no Carnaval é que temos uns dias livres da escola ou trabalho e podemos aproveitar lendo, assistindo tv ou dormindo.

    Queria morar nos Estados Unidos, o Halloween é a comemoração mais bonita, ou até mesmo no México e seu Dia dos Mortos.

    Ps: Camila, não suma desse jeito, kkkk. Cade seu livro (desculpa, eu sou chato e te fica só te importunando)?

    Até, :P :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, os dias livres são bons, mas é só isso que salva mesmo. kkkk
      Ah, também gosto do Halloween, acho muito legal!

      Kkkk não vou sumir. Meu livro ainda não está pronto, a parte da correção é a mais chata, depois disso só preciso esperar o moço terminar capa, pois já discutimos como será, mas estou esperando ele terminar, bem, depois da correção e da capa, tudo vai sair rapidinho, mas enquanto isso, eu fico morrendo por esperar. kkkk

      Até :)

      Eliminar
  4. Eu adoro carnaval! Ganho quatro dias e meio de folga!

    ResponderEliminar
  5. Olá Camila, quanto tempo :-3. Também concordo que o carnaval é só um circo armado e idiota, bom mesmo, só os dias de folga, se bem que fiquei trabalhando nesse tempo,e só tive tempo livre pela manhã, pelo recesso da faculdade rs, mas ao menos dá pra ter um tempinho a mais na madrugada para ler ou escrever, ou ver um filme legal. Ansioso pelo seu livro ok? Qualquer novidade posta ai.

    ResponderEliminar

Adoraria saber o que você está achando do blog, e da postagem...