Traduzir

quarta-feira, 5 de março de 2014

Feita de Fumaça e Osso


Não sei exatamente qual foi o motivo, mas tenho a leve impressão de ter colocado muita expectativa nesse livro. A culpa não foi minha, até hoje, nunca vi uma resenha negativa sobre ele, todo mundo sempre falou muito bem sobre a história, sobre a criatividade da autora e de como tudo é inovador. Não, não pense que serei a primeira que irá dizer coisas ruins sobre o livro, pois não irei, eu gostei da história, gostei dos personagens e tudo, mas não achei que foi tudo isso que todo mundo anda falando.
Tudo bem, a história é diferente, quer dizer, pra muita gente pode ser, mas pra mim não foi tanto, pois conheço quimeras, já vi histórias sobre elas, filmes e séries. E os anjos, sim, claro, vemos isso por todos os lados hoje em dia. O negócio dos dentes, sim, conheço histórias com dentes envolvidos. O diferente é a forma que a autora uniu as coisas e as lendas, ela criou algo realmente diferente, não sobre os elementos, mas a forma como os utilizou.
Bem, pra quem não conhece nada sobre o livro, vamos lá, iremos conhecer Karou, ela é uma garota bonita, que poderia ser normal, mas não é, e não estou falando apenas sobre as tatuagens de constelações por todo o corpo, pelos olhos tatuados nas mãos ou pelo cabelo azul pavão, não, nada disso. Karou pode ser tudo, menos normal, ela foi criada por demônios, na verdade, por quimeras, mas essas criaturas não são monstros, como você deve estar imaginando, são gente “normal”, são a família de Karou e ela os ama muito.
Além de tudo isso, Karou sempre faz algumas pequenas missões para a quimera que a criou, ele é conhecido como Mercador de Desejos, pois possui uma forma peculiar de conceder desejos em troca de dentes.
Karou não sabe quem realmente é, nem ao menos sabe o motivo por ter sido criada por quimeras e ninguém parece disposto a lhe contar a verdade, pois seus “parentes” quimeras nunca lhe dizem nada, ela vive no escuro, tudo que precisa descobrir, precisa descobrir por conta própria.
Bem, não será nenhum spoiler dizer que existe amor proibido de raças diferentes, demônio e anjo, não é spoiler, pois uma página antes da história começar, nos deparamos com a frase, “Era uma vez um anjo e um demônio que se apaixonaram. A história não acabou nada bem”.
Ok, eu gostei do romance, gostei da forma como ele se desenvolveu e gostei de saber coisas sobre o passado, mas não foi nada do que eu estava esperando.
Eu esperava um amor avassalador, daqueles que me fazem pensar na história por dias, esperava algo muito maior, algo que me fizesse sentir muito mais do que borboletas no estômago, entendem? Eu queria mais.
Tudo bem, eu adorei Akiva, o anjo, adorei a forma como ele amou Karou, mas essa parte da história, quando conhecemos realmente o amor dos dois, hmmm, achei meio batido, já li milhares de histórias assim, não exatamente da forma que aconteceu, pois como disse antes, a autora modificou o jeito das coisas acontecerem
Não dá pra falar muita coisa, até a metade do livro, você fica meio perdido,por isso, não posso dizer muito.
Enfim, é um livro muito, muito bom, eu adorei sim e é lógico que irei ler os outros dois livros, mas não fiquei alucinada por ele, mas é claro que posso mudar de opinião quando ler o segundo livro, nunca se sabe.

Recomendo a leitura, é uma história que te deixa preso, você quer saber o que irá acontecer na página seguinte. É um livro que vale a pena, não fiquei com sensação de tempo perdido e isso é um ótimo sinal. 


Ok. não resisti e tive que fazer minha foto com o hamsá nas mãos. 
A personagem do livro sempre teve essas tatuagens nas mãos e no decorrer da história, descobrimos pra que elas servem. 
Eu adorei e até teria coragem de fazer, mas tatuagem feita nas mãos, desbota e some muito rápido, então acho que não compensa a dor que a gente sente pra fazer.  

8 comentários:

  1. Oi, Camila!
    Ainda não tinha lido nenhuma resenha a respeito desse livro. Já tinha lido a sinopse, mas ele não me deixou muito curiosa... Lendo a sua resenha, fiquei com vontade de conferir a história. Parece aquele tipo de livro gostoso pra ler num final de semana, que apesar de não ser super inovador, consegue prender a atenção. Vou incluir na minha listinha!
    Beijos,
    Niki,
    http://www.meigaemalefica.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na verdade ele inova, como eu disse, na forma que a escritora colocou os fatos. Eu gostei, mas não fiquei doida nele.

      Beijos :)

      Eliminar
  2. Já tinha visto varias fotos desse livro, e pra falar a verdade nem me interessei muito. A capa é não atraiu, as fontes na capa muito menos, parece um Carnaval com essas mascaras, e só fiquei menos receoso com esse livro depois que vi que é a Intrínseca que publica. Mas não devemos julgar o livro pela capa, não é? Quem sabe eu tenha vontade de ler mais pra frente.
    E esse negócio todo de anjo e demõnio já está se tornando chato igual aos vampiros depois de Crepúsculo. Mas que bom que gostou.

    Até Camila, :P :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muita gente não gostou da capa, eu gostei, mas não acho que combine com a história em si.

      Até :)

      Eliminar
  3. Nunca ouvi falar desse livro.
    Mas não me chamou muita atenção.
    Provavelmente tentaria ler se estivesse disponivel. Mas nao compraria tendo tantos outros desejados pra comprar.
    Beijos

    http://www.biancagsnunes.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Demorei pra comprar o livro, mas até que gostei! :)

      Beijos :)

      Eliminar
  4. Oii Cah tudo bem minha flor,aqui é a Candie lá do Stilo Boneca passei aqui pra te dar um recadinho, fui convidada a responder uma tag, e tinha que indicar mais blogs a responder, entao indiquei voce, da uma passadinha lá para conferir, bjos
    http://www.stiloboneca.com.br/?p=1213

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi, Candie.
      Muito obrigada, vou passar lá pra conferir sim.
      Beijos :)

      Eliminar

Adoraria saber o que você está achando do blog, e da postagem...